Notícias

A proteção do Consumidor e o desenvolvimento sustentável

A proteção do Consumidor e o desenvolvimento sustentável

A proteção do Consumidor e o desenvolvimento sustentável

Membros da Consumers International pedem a inclusão das Diretrizes das Nações Unidas para a Proteção do Consumidor nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030.

Mais de 30 organizações membros da Consumers da América Latina e Caribe, dentre elas o Instituto Alana, assinaram uma Declaração convocando seus governos a promover a inclusão das Diretrizes das Nações Unidas de Proteção ao Consumidor como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que atualmente se debatem em nível global. A meta é que elas sejam implementadas até 2030.

“A proteção dos consumidores é essencial para o desenvolvimento sustentável”, aponta a declaração, complementando que essa proteção contribui para “uma sociedade mais justa, uma economia mais equilibrada e eficiente e uma população mais saudável e próspera”.

A diretora do Instituto Alana Isabella Henriques acredita que a inclusão das Diretrizes das Nações Unidas nos ODS estabelecerá um vínculo entre a proteção dos consumidores e o desenvolvimento sustentável, o que irá encorajar sua implementação e medição.

“Vale ressaltar que o consumo sustentável não aborda todos os aspectos da defesa do consumidor, como a indenização e representação dos consumidores, que também são importantes para o desenvolvimento”, afirma Isabella.

Baixe o documento aqui:
Declaración de organizaciones de América Latina y el Caribe sobre los ODS (Español)

Foto: sally anscombe

X