Biblioteca

Movimentos sociais e minorias: apontamentos do ciberativismo do Greenpeace

Movimentos sociais e minorias: apontamentos do ciberativismo do Greenpeace

Imagem capa do documento: Movimentos sociais e minorias: apontamentos do ciberativismo do Greenpace.

Autoras

Rafaela Caetano Pinto e Maria Ivete Trevisan Fossá

Ano

2011

Descrição

Pretendemos inferir que os movimentos sociais entendidos como projetos de indivíduos mobilizados em defesa de uma causa social mostram-se como representações das minorias, que lutam por visibilidade de suas ações e legitimidade de suas vozes a fim de pautarem os meios de comunicação. Contudo, essa luta, muitas vezes, é impedida pelos filtros editoriais da mídia. Assim, na atual sociedade midiatizada, os movimentos sociais conseguem tangenciar-se por meios alternativos, assim como a internet, caracterizando o ciberativismo, o qual permite que estes atores sociais consigam dar voz às suas causas no ciberespaço. Também serão delineados alguns apontamentos sobre o site institucional do Greenpeace. Dessa forma, será possível tratar a maneira que a instituição se apresenta no ciberespaço com o intuito de mobilizar os cidadãos envolvidos com a responsabilidade ambiental.

ACESSE

X