Sociedade

03.02.2010 – Carta às Escolas de Samba dos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo

03.02.2010 – Carta às Escolas de Samba dos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo

Tendo conhecimento da crescente participação de crianças nos desfiles de Escolas de Samba, o Instituto Alana, por meio do Projeto Criança e Consumo, encaminhou em 3.2.2010 carta e materiais para as Escolas de Samba do Grupo Especial dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. No documento, o Projeto Criança e Consumo apresentou suas preocupações quanto à erotização precoce de crianças e a exploração sexual infantil e solicitou apoio das Escolas no combate à mercantilização da infância e à erotização precoce.

Receberam a comunicação do Projeto Criança e Consumo as seguintes Escolas de Samba do Estado do Rio de Janeiro: União da Ilha do Governador, Imperatriz Leopoldinense, Unidos da Tijuca, Viradouro, Salgueiro, Beija-flor de Nilópolis, Mocidade Independente, Porto da Pedra, Portela, Grande Rio, Vila Isabel e Mangueira.

Receberam a comunicação do Projeto Criança e Consumo as seguintes Escolas de Samba do Estado de São Paulo: Águia de Ouro, Tom Maior, Leandro de Itaquera, Tucuruvi, Vila Maria, Rosas de Ouro, Mocidade Alegre, X9 Paulistana, Gaviões da Fiel, Império da Casa Verde, Mancha Verde, Vai-Vai, Imperador do Ipiranga.

Arquivo Relacionado:

Modelo da Carta enviada às Escolas de Samba

Publicado em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X