Nossas publicações

 



Crianças sem marca

Dicas para os pais que vivem em uma cultura de consumo


 



Publicidade Infantil é ilegal - Projeto Criança e Consumo

Entenda o impacto da Resolução 163/2014 do Conanda.

 


 

Consumismo infantil: na contramão da sustentabilidade - Instituto Alana e Ministério do Meio Ambiente

O livreto é o terceiro volume da série Cadernos de Consumo Sustentável, publicada pelo Ministério do Meio Ambiente. Durante 2013, o Ministério da Educação distribuiu 70 mil exemplares da obra; o Ministério do Meio Ambiente, 10 mil e a Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP), mais 15 mil em todo o território brasileiro.



Parecer Professor Bruno Miragem

A Constitucionalidade da Resolução 163 do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda)



Criança e Consumo Entrevistas vol. 3: Transtornos Alimentares e Obesidade Infantil - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

O Terceiro livro da série traz depoimentos dos especialistas Ana Botafogo, José Augusto Taddei, Maria Delgado, Martha Paschoa, Paula Melin e Rosa Célia. Cada um, à sua maneira, afirma que o estímulo excessivo da comunicação mercadológica para o consumo de alimentos não saudáveis, bem como o modo como as pessoas passaram a se relacionar com o próprio corpo frente aos apelos comerciais, têm interferido seriamente na formação dos hábitos alimentares das crianças e adolescentes.

 

 



Criança e Consumo Entrevistas vol. 4: Juventude e Bebidas Alcoólicas - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

O Quarto livro da série traz depoimentos dos especialistas Edgard Rebouças, Fernando Lacerda, Ilana Pinsky, Ronaldo Laranjeira, Ruy Castro, Sueli Queiroz e Zico Góes. Cada um, à sua maneira, afirma que as estratégias de vendas da indústria do álcool têm forte impacto no crescimento do padrão de consumo de bebidas alcoólicas entre adolescentes brasileiros.

 

 



Criança e Consumo Entrevistas vol. 5: A Importância do Brincar - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

O Quinto livro da série traz depoimentos dos especialistas Adelso Murta Filho, Adriana Friedmann, Ana Lucia Villela, Lydia Hortélio, Paulo Tatit e Susan Linn. Cada um, à sua maneira, afirma que o ingresso precoce das crianças no mundo adulto, em função dos fortes apelos das mídias, encurta a infância, roubando delas a possibilidade de um desenvolvimento saudável e criativo.

 

 



Criança e Consumo Entrevistas vol. 6: Violência - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

O Sexto livro da série traz depoimentos dos especialistas Anna Flora Werneck, Antonio Engelke, Cecilia von Feilitzen, Eduardo Bittar, Paula Miraglia e Pedrinho Guareschi. Com diferentes focos de abordagem, eles chamam a atenção para aspectos da relação entre violência e consumismo que, cada vez mais, vitimiza crianças e adolescentes no país.

 

 



Criança e Consumo Entrevistas vol. 7: Estresse Familiar - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

O Sétimo e último livro da série traz depoimentos dos especialistas Cesar Ibrahin, Corinna Hawkes, Lena Bartman, Luiza Valdetaro, Rosely Sayão e Yves de La Taille, que chamam atenção para os fatores que interferem na relação entre pais e filhos. O impacto das mensagens comerciais nas populações menos favorecidas, a ideia de felicidade atrelada ao consumo de produtos e dificuldade que os pais enfrentam diante dos excessivos apelos consumistas dos filhos são algumas das questões abordadas.

 

 



Crianças do Consumo: A infância roubada - Susan Linn

Escrito pela psicóloga norte-americana Susan Linn, o livro revela como crianças se tornaram o mais recente e imenso mercado explorado pelas grandes empresas e corporações. Entrelaçando histórias reais com a teoria do desenvolvimento infantil, abordando os mais recentes estudos sobre o tema e incluindo a própria visão dos especialistas em marketing sobre seu trabalho, Linn demonstra a dimensão do problema e o que cada um de nós pode fazer para combatê-lo.

 

 



Honrar a Criança: Como transformar este mundo - Raffi Cavoukian e Sharna Olfman  

Honrar a Criança é, nas palavras de Raffi, uma visão, um princípio organizador e um modo de vida para "maximizar a alegria e reduzir o sofrimento mediante o respeito pela bondade em cada ser humano no começo da vida. É um convite para nos reglobalizarmos solidariamente em direção a um mundo que, mais voltado para a criança, beneficiaria a todos".

 

 



Infância & Consumo: Estudos no Campo da Comunicação - ANDI - Insituto Alana

Reunindo 11 artigos redigidos por especialistas e por alunos de graduação, Infância e Consumo: estudos no campo da comunicação oferece uma reflexão abrangente sobre as relações entre as diversas linguagens mídiáticas - publicidade, jornalismo e entretenimento - e a construção de uma visão de mundo pautada pelo consumismo, processo no qual acabam desconsiderados direitos fundamentais de crianças e adolescentes.



Infância & Consumo: Estudos no Campo da Comunicação - ANDI - Instituto Alana

Artigos produzidos especialmente para o Programa de Bolsas para Trabalhos de Conclusão de Curso - Agosto de 2009 a Janeiro de 2010.

 

 



Parecer - Professor Virgílio Afonso da Silva

A Constitucionalidade da Restrição da Publicidade de Alimentos e de Bebidas Não Alcoólicas voltada ao Público Infantil.

 

 



Junkfood + marketing infantil + legislação falha - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

Esta fórmula está desnutrindo as crianças brasileiras.

 

 



O que fazer para proteger nossas crianças do consumismo - Projeto Criança e Consumo

Por que, em tantos outros países, a publicidade para crianças é controlada; o que falta na legislação brasileira para que o mesmo rigor seja adotado aqui; quais as táticas mais utilizadas pela publicidade para seduzir os pequenos e quais os principais impactos sociais da publicidade dirigida ao público infantil são alguns dos temas abordados neste livreto. Sua razão de ser é ajudar a ampliar a reflexão e o debate sobre o consumismo precoce para a construção de um futuro melhor para nossas crianças.

 

 



Por que a publicidade faz mal para as crianças - Projeto Criança e Consumo  

Por que, em tantos outros países, a publicidade para crianças é controlada; o que falta na legislação brasileira para que o mesmo rigor seja adotado aqui; quais as táticas mais utilizadas pela publicidade para seduzir os pequenos; o que acontece com uma criança que cresce sem ouvir "não" e quais os principais impactos sociais da publicidade dirigida ao público infantil são alguns dos temas abordados neste livreto.

 

 



Publicidade de Alimentos e Crianças - Regulação no Brasil e no Mundo

Esta obra versa sobre a regulação da publicidade de alimentos a crianças no Brasil e no mundo. O conteúdo do livro resulta da parceria entre a "Andi" - Comunicação em Direitos, Instituto "Alana" - Projeto Criança e Consumo e "Lids" - Harvard Law and Internacional Development Society, cuja pesquisa culminou com a análise da legislação de alguns países de democracia consolidada sobre o tema da publicidade a crianças, especificamente, sobre publicidade de alimentos e bebidas não saudáveis dirigida a esse público.

 



Por que o consumismo faz mal para as crianças? - Projeto Criança e Consumo  

O material traz uma série de alertas sobre impacto da Publicidade dirigida às crianças e como os pais podem agir para proteger seus filhos do consumismo.

 

 



Criança e Consumo Entrevistas vol. 1: Sustentabilidade - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana  

Para inaugurar a série, Sustentabilidade traz depoimentos dos especialistas Fabio Feldmann, Hélio Mattar, José Henrique Penido, Ladislau Dowbor, Mario Mantovani, Rachel Biderman e Washington Novaes. Cada um, a seu modo, afirma que a ação do homem causa danos cada vez mais graves ao meio ambiente. E a questão do consumo é essencial nessa discussão. É sabido que, hoje, se todos nós consumíssemos como a população norte-americana, precisaríamos de pelo menos cinco planetas Terra!



Criança e Consumo Entrevistas vol. 2: Erotização Precoce e Exploração Sexual Infantil - Projeto Criança e Consumo - Instituto Alana

O Segundo livro da série traz depoimentos dos especialistas Albertina Duarte, Ana Olmos, Patrícia Saboya, Paulo Caldas, Rodrigo Nejm e Veet Vivarta sobre a forma como a comunicação mercadológica impacta fortemente na sexualidade de crianças e adolescentes, acarretando sérias mudanças de comportamento e conseqüências em seu desenvolvimento. Perda da auto-estima, mercantilismo sexual, gravidez precoce e violência são alguns dos retornos negativos ocasionados pelo encurtamento da infância.

 

 

Recomendamos

 



Contribuição da Psicologia para o fim da publicidade dirigida à criança - Conselho Federal de Psicologia

Em atenção aos intensos debates travados na sociedade brasileira acerca da regulamentação da publicidade dirigida a crianças, neste documento o Conselho Federal de Psicologia manifestou-se a favor de uma proteção mais ampla à infância, apoiando a restrição do direcionamento de publicidade a crianças de até 12 anos.



Manual CCFC 2009 Para Boas Festas Sem Consumismo - CCFC

O Projeto Criança e Consumo traz novamente a tradução do manual de dicas para um fim de ano sem consumismo, originalmente publicado pela CCFC (Campaign for a Commercial-Free childhood). Aproveite as dicas de especialistas para resgatar o real valor das festas de fim de ano, freando o apelo consumista usando sua criatividade.

 

 



Manual CCFC Para Boas Festas Sem Consumismo - CCFC

O Projeto Criança e Consumo acaba de lançar a tradução do manual de dicas para um fim de ano longe do consumismo. O material foi originalmente publicado pela CCFC (Campaign for a Commercial-Free childhood). No documento você encontra idéias de especialistas sobre como frear o apelo consumista usando sua criatividade.

 

 



Manual de Educação para o Consumo Sustentável - IDEC/Ministério do Meio Ambiente/Consumers International 

O objetivo do projeto é contribuir para a formação de docentes, alunos e pessoal das organizações de consumidores em temas relativos à insustentabilidade dos padrões de consumo atuais, que influem gravemente na qualidade de vida e deterioram o meio ambiente dos países da América Latina.

 

 



Manual do Jovem Consumidor - Procon-SP

Somando a situação de crescente apelo para o consumo dirigido aos jovens, e a necessidade de estarem melhor informados sobre seus direitos e deveres nas relações de consumo, a Fundação Procon São Paulo entendeu ser importante a elaboração de um material especialmente para esse segmento.

 

 



Navegar com segurança: protegendo seus filhos da pedofilia e da pornografia infanto-juvenil na internet - FIESP-Instituto WCF-Brasil

A parceria FIESP-Instituto WCF-Brasil, que viabilizou esta Cartilha, tem o objetivo de proporcionar aos pais e amigos das crianças e adolescentes o contato com este importante tema, que exige presença ativa e compromisso educativo atento de todos ao seu redor.

 

 



Pro Teste - Brinquedo é coisa séria  

Em 2007, milhares de crianças brasileiras tiveram que devolver seus brinquedos favoritos por defeitos de fabricação que colocam em risco sua saúde e segurança. Mas isso é apenas uma parte do problema: todos os anos, um número não calculado de pequenos vai parar no hospital vítima de sufocamento com peças pequenas, ferimentos causados por peças pontiagudas ou intoxicação por substâncias tóxicas presentes nos brinquedos. Para evitar problemas desse tipo, leia este pequeno guia das boas compras de brinquedos.

 

 



Publicidade de bebidas alcoólicas e os jovens - Ilana Pinsky

As bebidas alcoólicas são as substâncias psi- cotrópicas mais utilizadas por adolescentes no Brasil e no mundo. Sendo assim, estuda-se como isso ocorre e o que é possível fazer, em termos de políticas públicas, para reverter - ou ao menos não piorar - esse quadro.

 

 



Recomendações da Consulta de Especialistas da Organização Pan-Americana da Saúde sobre a Promoção e a Publicidade de Alimentos e Bebidas Não Alcoólicas para Crianças nas Américas.

Os países das Américas apresentam elevadas taxas de obesidade e doenças crônicas relacionadas com nutrição, inclusive entre crianças – uma situação que para a Organização Mundial da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde exige uma solução urgente.

 



Infância e comunicação: uma agenda para o Brasil - ANDI e Rede ANDI Brasil

A ANDI e a Rede ANDI Brasil lançam a cartilha "Infância e Comunicação: Uma agenda para o Brasil". A iniciativa é resultado de uma série de ações promovidas por organizações, dentre elas o Instituto Alana, que têm o objetivo de estabelecer uma agenda comum de temas a serem tratados na 1ª Conferência Nacional de Comunicação e na 8ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, que acontecem em dezembro de 2009, em Brasília.

 

 

Os direitos da infância na era da internet — América Latina e as novas tecnologias (em espanhol)

A publicação conjunta divulgada pela Comissão Econômica para América Latina e o Caribe (CEPAL) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) mostra que o uso seguro das tecnologias de informação e comunicação (TICs) pode ajudar as crianças e adolescentes a exercerem melhor seus direitos. 

Vídeos recomendados

 

A história da água potável (The Story of Bottled Water/EUA)

Lançado em março de 2010 explora ao longo de sete minutos, os ataques da indústria de garrafas d'água sobre a água de torneira, bem como o uso de sedutoras campanhas publicitárias com motivos supostamente sustentáveis para encobrir as montanhas de lixo de plástico que produzem. Nos Estados Unidos, mais de meio bilhão de garrafas d’água são consumidas semanalmente. A conclusão do filme convida os espectadores a consumir água de torneira, não apenas assumindo um compromisso pessoal de evitar a água de garrafa, mas também cobrando investimentos que disponibilizem água de torneira potável para todos.

 

Pro dia nascer feliz (Brasil)

Premiado documentário sobre as diferentes situações que adolescentes brasileiros de 14 a 17 anos, ricos e pobres, enfrentam dentro da escola: a precariedade, o preconceito, a violência e a esperança. Foram ouvidos alunos de escolas da periferia de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco e também de dois renomados colégios particulares, um de São Paulo e outro do Rio de Janeiro.

 

Consumindo (Brasil) - Abertura

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP, o documentário levanta questionamentos relativos às nossas práticas de consumo, auto-destrutivas e caóticas, trazendo entrevistas com especialistas de diversas áreas.

 

Consumindo (Brasil) - Parte I Global

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte II Indivíduo

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte III Indivíduo consciente

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte IV Indivíduo consciente

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte V Informação

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte VI Mídia

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte VII Imaginário

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte VIII Consumo

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte IX Lixo

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

Consumindo (Brasil) - Parte X Ciclo

Trabalho de conclusão de curso desenvolvido por alunos da PUC-SP.

 

A história das coisas (The Story of Stuff/EUA)

O vídeo The Story of Stuff (A História das Coisas), de Annie Leonard, apresenta uma desconstrução de paradigmas ao mostrar toda a linha de produção de bens e serviços até o momento do seu consumo final e descarte de resíduos. O curta metragem, que tem aproximadamente 20 minutos, propõe uma reflexão sobre os impactos e as consequências de práticas de consumo já arraigadas em nossa cultura e procura conscientizar a humanidade sobre a urgência de uma mudança nos hábitos de consumo visando a preservação do planeta e das relações sociais.

 

Comida S.A. (Food, Inc., EUA)

Nesse filme o diretor Robert Kenner faz uma crítica contudente à indústria alimentícia norte-americana que teve seus meios de produção totalmente modificados nos últimos 50 anos. Aponta ainda os efeitos prejudiciais dessas transformações à saúde pública, ao meio ambiente e aos direitos dos trabalhadores e dos animais.

 

Eu não Quero pagar NADA (Brasil)

O desenho animado "Eu não quero pagar nada" foi criado, produzido e sonorizado em Setembro de 2008 por 14 crianças e jovens do Espaço Alana entre seis e dezesseis anos. A proposta desse trabalho foi que as crianças imaginassem como seria a vida sem publicidade e nos contassem através de um desenho animado. Durante uma semana participando de oficinas de animação com os profissionais do núcleo de animação da Multirio, exercícios de reflexão e aprendizagem, as crianças desenvolveram o roteiro, criaram os desenhos e sonorizaram o curta.

 

Consuming Kids (EUA)

Um alerta para a sociedade norte-americana: as crianças são alvo preferencial das estratégias de marketing e já sofrem graves consequências do consumismo infantil. Esse é o tema central de Consuming Kids - The Commercialization of Childhood (em tradução livre, Crianças do Consumo – A Comercialização da Infância), documentário lançado em dezembro de 2008 pela MEF (Media Education Foudantion), nos EUA.

 

Mutum (Brasil/França)

Mutum quer dizer mudo. Mutum é uma ave negra que só canta à noite. E Mutum é também o nome de um lugar isolado no sertão de Minas Gerais, onde vivem Thiago e sua família.Thiago tem dez anos e é um menino diferente dos outros. É através do seu olhar que enxergamos o mundo nebuloso dos adultos, com suas traições, violências e silêncios. Ao lado de Felipe, seu irmão e único amigo, Thiago será confrontado com este mundo, descobrindo-o ao mesmo tempo em que terá de aprender a deixá-lo.

 

Escritores da Liberdade (Freedom Writers, Alemanha/EUA)

Hilary Swank é uma jovem professora que tenta inspirar seus alunos-problema a aprender algo mais sobre tolerância, valorizar a si mesmos, investir em seus sonhos e principalmente dar continuidade a seus estudos além da escola básica.

 

Maus Hábitos (Malos Hábitos/México)

O filme conta a história de uma família unida por uma variedade de distúrbios alimentares. Sua fé, seu amor e sua vaidade são todos postos à prova na mesa de jantar.

 

Não matarás: Os animais e os homens nos bastidores da ciência (Brasil)

Conheça a verdade sobre o uso de animais em laboratórios e universidades. A vivissecção é uma prática antiga que ainda hoje vigora no ensino das ciências biomédicas, da medicina e da medicina veterinária. Conheça universidades que usam outros recursos didáticos que evitam o sofrimento e a morte desnecessária de milhões de animais.

 

Estamira (Brasil)

Estamira conta a história de uma mulher de 63 anos que sofre de distúrbios mentais e trabalha há mais de vinte anos no aterro sanitário do Jardim Gramacho, um local renegado pela sociedade, que recebe diariamente mais de oito mil toneladas de lixo produzido no Rio de Janeiro. Com um discurso eloqüente, filosófico e poético, a personagem central do documentário levanta de forma íntima questões de interesse global, como o destino do lixo produzido pelos habitantes de uma metrópole e os subterfúgios que a mente humana encontra para superar uma realidade insuportável de ser vivida.

 

Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine/EUA)

Uma família desajustada viaja do Novo México à Califórnia em uma kombi enferrujada para que a pequena Olive, de 7 anos, possa participar de um concurso de beleza de pré-adolescentes. Essa jornada tragicômica de três dias, repleta de surpresas alucinadas que levam à grande estréia de Olive, mudará toda família para sempre.

 

Nação Fast-Food - Uma rede de corrupção (Fast-Food Nation, EUA)

Don Anderson (Greg Kinnear), executivo de marketing da cadeia de restaurantes fast food Mickey tem um grande problema. Carne contaminada foi colocada no freezer junto à utilizada para preparar o sanduíche mais famoso da rede, o Big One, prejudicando a qualidade do produto. Para descobrir quem fez isto e por que, ele terá que percorrer uma longa jornada pelo lado obscuro da alimentação americana. Saindo do cômodo escritório da empresa, na Califórnia, para conhecer um outro estilo de vida, Don descobrirá uma nação de consumidores que ainda não perceberam que são eles que estão sendo consumidos pela indústria.

 

A criança (L'enfant/Bélgica-França)

Bruno e Sonia são namorados bastante imaturos. Ela é adolescente e ambos se divertem fumando, brincando de vale tudo e usando spray. Até que ela tem um bebê. Assim que recebe alta do hospital, ela procura Bruno, que fica indiferente ao acontemcimento. Na cidade de Seraing na Bélgica, ele é um ladrãozinho sem nenhum interesse para o trabalho, sem metas e que gasta o todo o dinheiro que tem nas mãos com futilidades. Porém, Bruno descobre um novo meio para aplicar golpes: o bebê.

 

Quanto vale ou é por quilo? (Brasil)

Uma analogia entre o antigo comércio de escravos e a atual exploração da miséria pelo marketing social, que forma uma solidariedade de fachada.

 

Ninguém pode saber (Dare mo Shiranai/Japão)

Uma mulher e seus 4 filhos se mudam para um apartamento. Como no local não é permitido que morem famílias grandes, os filhos chegam escondidos dentro de malas e não podem sair do apartamento, para não serem descobertos. Após algum tempo a mãe decide deixá-los, passando para o mais velho, de 12 anos, a tarefa de cuidar da casa e dos irmãos.

 

Super size me - A dieta do palhaço (EUA)

O documentário foca-se em um problema tipicamente norte-americano: a massiva e crescente onda de obesidade. Alimentando-se exclusivamente de lanches da rede McDonald's durante um mês inteiro, o diretor Morgan Spurlock busca apresentar os perigos que a cultura fast food traz.

 

Czech Dream: a documentary super-comedy about the superstore that didn't exist (República Checa)

Neste documentário, dois jovens diretores checos contratam uma agência de publicidade para promover o lançamento de um hipermercado que, na realidade, não existe. O objetivo é levantar uma discussão sobre o consumismo e sobre as técnicas publicitárias, e o filme culmina no registro da frustração das mais de 3.000 pessoas que de fato foram à inauguração do hipermercado para só então descobrir a farsa - reagindo, em sua maioria, com raiva e agressividade.

 

Surplus (Surplus: Terrorized Into Being Consumers/EUA)

Um documentário diferente sobre o consumo exagerado, que mostra os excessos da produção em massa e do consumo desenfreado de forma particular e interessante.

 

Mídia Rica, Democracia Pobre (Rich Media, Poor Democracy/EUA)

Através de diversos exemplos, Robert McChesney e o presquisador da mídia Mark Crispin Miller demonstram como o jornalismo se comprometeu com os chefes de conglomerados como a Disney, Sony, Viacom, News Corp e AOL Time Warner para produzir um sistema de notícias mais preocupado com o sensacionalismo do que com a informação. Eles sugeream que a menos que o ativismo recupere o público, este novo sistema corporativo ficará marcado por uma mídia rica e uma democracia cada vez mais pobre e árida.

 

The Corporation (Canadá)

150 anos atrás, as corporações eram pequenas instituições de pouco valor. Hoje elas exercem uma forte influência no dia a dia de nossas vidas. Assim como o Comunismo, a Igreja e a Monarquia em outras épocas, a Corporação tornou-se uma instituição poderosa e capaz de influenciar a história através dos tempos.Documentário inspirado no best-seller de Joel Bakan (The Corporation: The Pathological Pursuit of Profit and Power) sobre os poderes das grandes corporações no mundo contemporâneo, traz entrevistas com presidentes de corporações como a Nike, Shell e IBM, além de Noam Chomsky, Milton Friedman e Michael Moore. Vencedor do Prêmio do público no Sundance Film Festival de 2004.

Obsolescência programada

O documentário, realizado por Cosima Dannoritzer e co-produzido pela Televisão Espanhola, é o resultado de três anos de investigação, faz uso de imagens de arquivo pouco conhecidas; junta provas documentais e mostra as desastrosas consequências para o meio ambiente que derivam da obsolescência programada. Também apresenta diversos exemplos do espírito de resistência que está a crescer entre os consumidores e recolhe a análise e a opinião de economistas, desenhadores e intelectuais que propõem vias alternativas para salvar economia e meio ambiente.