Notícias

Mais de R$ 3 milhões

Mais de R$ 3 milhões

Mais de R$ 3 milhões

Esse foi o valor da multa que a Grendene recebeu por fazer publicidades abusivas dirigidas a crianças.

No fim de julho, O Diário Oficial do Estado de São Paulo publicou a decisão da Fundação Procon de São Paulo de multar em R$ 3.192.300 a empresa Grendene S/A por realizar  campanhas publicitárias direcionadas a crianças. As peças misturavam realidade e fantasia e estimulavam a erotização precoce. A empresa ainda pode recorrer da decisão.

A multa é resultado de uma denúncia do Projeto Criança e Consumo, da área de Defesa do Instituto Alana, que enviou uma representação ao Procon em dezembro de 2009, chamando atenção do órgão para as abusividades cometidas na comunicação mercadológica da Grendene.

Os comerciais, veiculados na televisão no ano de 2009, utilizavam-se de personagens e brinquedos do mundo infantil para promover as vendas dos produtos, além de praticar a venda casada de sapatos e sandálias com brindes.

No caso das linhas femininas Barbie Coleção Norte e Nordeste e Barbie Coleção Sul e Sudeste, Morranguinho Morangomix e Hello Kitty Fashion Time, as publicidades estimulavam comportamentos adulto. No caso das linhas de produtos masculinos, os comerciais misturavam situações cotidianas com fantasia, confundindo ainda mais os pequenos. Além disso, os comerciais das linhas Ben 10 Galaxy, Guga K Power Games, Power Rangers Action e Ben 10 hipervalorizavam a importância da imagem como valor.

As publicações no DOE podem ser consultadas no link.

X