Notícias

Coca-Cola decide não colocar crianças como protagonistas de suas publicidades

Coca-Cola decide não colocar crianças como protagonistas de suas publicidades

Coca-Cola decide não colocar crianças como protagonistas de suas publicidades

O compromisso foi feito após o Criança e Consumo encaminhar notificação à empresa questionando publicidade dirigida ao público infantil na campanha de Natal do ano passado.

A equipe de marketing da Coca-Cola, em reunião com representantes do Projeto Criança e Consumo, comprometeu-se em não colocar crianças como protagonistas de suas publicidades, tanto na televisão, como na internet. O encontro ocorreu depois que o Criança e Consumo enviou uma notificação à empresa questionando o direcionamento de publicidade para crianças na campanha de Natal de 2015, “Uma Ponte para Noel”.

Para divulgar sua caravana de Natal, a empresa produziu no ano passado um filme que contava a história de um menino que queria conhecer o Papai Noel e sugeria que a realização do sonho ocorria com a visita da caravana à sua cidade. Foi divulgado nas redes sociais da Coca-Cola uma animação em 360º e a distribuição de um livro de colorir com imagens da campanha de Natal como complemento ao filme.

Veja também:
– Sadia realiza ações mercadológicas em escolas no Brasil
– Hasbro promove linha Nerf camuflada em entretenimento
– Estrela eleva classificação etária do Super Banco Imobiliário e Super Jogo da Vida

Na reunião, a Coca-Cola afirmou que não fará novos cadernos de colorir para crianças, e as caravanas de Natal terão como foco locais pré-selecionados, destinados ao entretenimento familiar e onde não existe exposição à criança com menos de 12 anos desacompanhada.

Os representantes da Coca-Cola reafirmaram ainda seu entendimento de que toda e qualquer campanha publicitária deve ser avaliada criteriosamente pelos setores competentes da empresa, para que sejam minimizados possíveis erros e integralmente observados o compromisso corporativo da Coca-Cola de não fazer publicidade para crianças, anunciado em 2013, e a legislação vigente.

O Projeto Criança e Consumo celebra as decisões tomadas e segue acompanhando o caso para garantir que as promessas se realizem nas futuras campanhas publicitárias da Coca-Cola.

Acompanhe o caso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *