Sánchez Cano Ltda. – Balas Fini (setembro/2010)

O Instituto Alana, por meio de seu Projeto Criança e Consumo, constatou a realização de comunicação mercadológica dirigida à criança na ação promovida pela empresa Sánchez Cano Ltda., detentora da marca Fini, composta por anúncio publicitário veiculado em mídia televisiva; site e blog na internet; concurso cultural; uso de produtos licenciados, e pela venda casada, desenvolvidos para a promoção da linha de produtos da marca Fini.

O filme “Fini Combina com Você” foi veiculado em vários canais de televisão voltados exclusivamente para o público infantil. O filme apresentado mostra várias vezes crianças em momentos divertidos, associando essas sensações aos produtos Fini. A própria música diz que “Fini é alegria”, claramente vinculando o consumo das guloseimas a valores e sentimentos positivos, além de transmitir a mensagem, errônea, de que o produto seria saudável. Esta informação também consta no site e blog da marca, estes claramente voltados ao público infantil.

A representada traz , ainda, linhas de produtos sob licença de vários personagens conhecidos pelo público infantil, tais como os desenhos Bob Esponja, Carros, Mickey e Minnie, Princesas, Ratatouille, Wall-e, e mais recentemente, ToyStory.

Além disso, Fini, recentemente, apresentou nova estratégia publicitária de entrega de brinquedo com a compra de produto alimentício de sua fabricação: as surpresas do Mickey, e os futgogo’s. Ao realizar comunicação mercadológica nos moldes dos descritos na representação, Fini desrespeita a legislação pátria por veicular publicidade abusiva.

Por esta razão, o Instituto Alana, por meio do Projeto Criança e Consumo encaminhou, em 17.9.2010, Representação ao Procon de Jundiaí, com cópia à Anvisa.

No ano de 2011, mediante consulta no site da empresa representada, foi notada reiterada prática de comunicação mercadológica dirigida às crianças para a promoção de um dos produtos da empresa. A nova campanha consiste na prática de ‘venda casada’, vinculando um brinquedo à compra de determinada quantidade de produtos Fini.

No dia 1.8.2012 o Instituto Alana, por meio do Projeto Criança e Consumo, enviou nova petição, que foi recebida no dia 7.8.2012, pela técnica do PROCON, Geslane L. L. Rosa, referente à reiterada prática de direcionamento de comunicação mercadológica às crianças para a promoção das balas Fini.

Em setembro de 2012 o caso foi enviado para a Fundação Procon de São Paulo. Segundo informação obtida em 16.11.2013, o caso foi arquivado pelo Procon – SP.

17.9.2010 – Representação enviada ao Procon de Jundiaí

1.8.2012 – Nova petição sobre a continuidade das ações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *