Duratex – campanha ‘Rino Mania’ (novembro/2011)

No ano de 2011, em vista da comemoração dos 60 anos da empresa Duratex S/A, diversas ações comemorativas foram desenvolvidas pela empresa. Nesse contexto, o Instituto Alana, por meio do Projeto Criança e Consumo, tomou conhecimento da realização da campanha intitulada “Rino Mania”, por meio de denúncia que lhe foi enviada, cujo foco seria, segundo a Duratex, o investimento em arte, cultura e educação por meio da transformação de espaços urbanos em “savanas artísticas”.

No mês de setembro de 2011, 60 esculturas ficaram expostas na cidade de São Paulo e outros 15 rinocerontes participariam de exposições itinerantes por 11 cidades do país, onde estão instaladas unidades fabris e florestais da Duratex.

Ainda, segundo informações colhidas no próprio site da empresa, aproximadamente 200 professores e 4 mil alunos do Ensino Fundamental I e II, com faixa etária entre 7 e 10 anos, de 125 escolas públicas municipais, cadastradas pelas secretaria de educação das prefeituras de 11 cidades brasileiras, teriam desenvolvido projeto socioambiental que “trabalha os conceitos de planejamento, trabalho em equipe, discussão em torno de temas socioambientais e de animais em extinção, bem como a decoração de pequenas esculturas de rinocerontes e mini exposições”.

Para o desenvolvimento do trabalho ainda teriam sido distribuídas nas escolas 220 esculturas de rinocerontes filhotes, com dimensões de 120 x 80 cm, e kits de pintura para que os estudantes, orientados pelos professores, decorassem em equipe as peças, para que fossem expostas nas cidades para, depois, serem adotadas pelas escolas.

Segundo o informe divulgado pela empresa o objetivo desse projeto educacional seria “conscientizar professores e alunos sobre a preservação de animais ameaçados de extinção no Brasil e no mundo, estimular a imaginação das crianças e o interesse pela aprendizagem da arte, além de disseminar a identidade cultural da região, aproximando a decoração do rinoceronte dos aspectos sociais e culturais mais relevantes da comunidade escolar envolvida”. Porém, em uma análise mais detalhada, o que parece ser uma ação educativa – inspirada na Rhino Mania, originalmente realizada em Chester, na Inglaterra, pela Wild in Art8, entidade que trabalha pela disseminação e implementação da arte em ambientes educacionais, por meio do trabalho com esculturas de diversos animais, dentre eles os rinocerontes – configura, na verdade, verdadeira estratégia de comunicação mercadológica dirigida às crianças desenvolvida pela Duratex em ambiente escolar, visto que as esculturas utilizadas para realizar a alegada educação ambiental dos alunos das escolas públicas selecionadas, representam, em verdade, o logotipo da marca Duratex.

Diante das abusividades decorrentes do direcionamento da publicidade ao público infantil por meio de ações de marketing em ambientes escolares, o Projeto Criança e Consumo, em 23.2.2012, encaminhou uma carta à empresa, por meio da qual, relata as abusividades constatadas e alguns dos problemas relacionados com a publicidade dirigida ao público infantil, bem como coloca-se a disposição para maiores esclarecimentos. No dia 15.3.2012, a empresa Duratex S/A encaminhou resposta ao Projeto Criança e Consumo, por meio da qual alegou que, tanto a campanha ‘Rino Mania’, quanto as atividades realizadas nas escolas, não tinham finalidade de marketing ou mercadológica, mas buscavam uma ‘comemoração mais inclusiva dos seus 60 anos de existência, buscando uma diferenciação de eventos comemorativos que atingem o público interno e não trazem qualquer ganho cultural, de educação ambiental e artística para as comunidades que acolhem suas atividades produtivas’. Em vista dos esclarecimentos prestados pela empresa, o Projeto Criança e Consumo deu o caso por encerrado.

Arquivos Relacionados:

16.11.2011 – Carta enviada à empresa Duratex 

15.3.2012 – Resposta encaminhada pela empresa Duratex 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *